quinta-feira, 5 de novembro de 2009

BECO SEM SAÍDA


O fenômeno da morte é um dos mais misteriosos e assim também é o fenômeno do suicídio. Não defina o suicídio a partir da sua superfície. Ele pode significar muitas coisas. A minha compreensão é que as pessoas que cometem suicídio são as mais sensíveis no mundo, elas são muito inteligentes. Por causa de sua sensibilidade e de sua inteligência, elas têm dificuldade para conviver com este mundo neurótico.

A sociedade é neurótica. Ela existe sobre bases neuróticas. Toda a sua história é uma história de loucuras, de violência, guerras e destruições. Alguém diz, ‘Meu país é o maior do mundo’. Isto é uma neurose. Outro diz, ‘Minha religião é a maior e a mais evoluída do mundo’. Esta é outra neurose. E estas neuroses já entranharam no sangue e nos ossos e as pessoas tornaram-se muito embotadas e insensíveis. Elas tiveram que se tornar assim, caso contrário a vida ficaria impossível.

.

3 comentários:

Maria José disse...

Passei aqui para me energizar com uma boa leitura e desejar-lhe um ótimo final de semana.
Grande beijo.
Dar fim à própria vida, abrir mão de todas as possibilidades, por uma possível paz, é o caminho que muitos seguem, de forma consciente ou não; mas, ao invés de se mostrar uma solução, transforma-se num longo caminho de dor, sofrimento e libertação. (Francisco Aranda Gabilan)

EDUARDO POISL disse...

Hoje passando para te ler e desejar um lindo final de semana com muito amor e carinho

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder.
Prefiro ser feliz, embora louco, que em conformidade viver..."
Martin Luther King

Abraços com todo meu carinho

O homem e a mente disse...

Totalmente verdade. Na realidade, somo controlados pelo ego, e a nossa sociedade está sempre a tentar fazer com esse facto se evidencie mais. A ideia é sempre querer ser superior, ter o poder de.

Ainda hoje fala com um amigo sobre as pessoas que comentem suicídio. A nossa sociedade nos conduz num crescimento para "TER" e não para "SER". Isso leva que muitas pessoas que tenham um outra consciência, baseada no "SER" não se sintam em sintonia com essas vibrações.

Muito interessante o post