segunda-feira, 23 de março de 2009

NATURAL É SEM ESFORÇO

"Essa é a minha observação em milhares de pessoas: elas dão toda a sua energia para se manterem miseráveis"
.
.
.
.
Isso é uma coisa muito estranha: para permanecer miserável, você precisa colocar muita energia nisso. Para permanecer alegre, você não precisa de qualquer energia, de jeito algum. A felicidade é grátis, ela nada custa. A miséria você precisa fazer por merecer. Se você quiser ser miserável, muito esforço será necessário para permanecer miserável. É um estado muito antinatural. Um punho cerrado é antinatural; uma mão aberta é natural. A mão aberta não necessita energia, caso contrário você se sentiria cansado; ao final do dia você estaria morto de cansado por ter ficado todo o dia com a mão aberta. Daí, você dirá, 'Por todo o dia eu mantive minhas mãos abertas e agora eu estou me sentindo muito cansado.' Qualquer dia, mantenha o seu punho fechado por todo o tempo e ao final da tarde você se sentirá realmente cansado. O natural é a mão aberta.

Um coração aberto é um fenômeno natural; um ser aberto é simplesmente natural. Um ser fechado é muito antinatural, muito artificial; você tem que colocar toda a sua energia nisso. Essa é a minha observação em milhares de pessoas: elas dão toda a sua energia para se manterem miseráveis. Permanecer no inferno é um grande investimento. Não é fácil, é muito difícil. Você precisa ser muito forte para estar no inferno, muito teimoso, decidido. (...) Você tem que ser duro como um diamante, somente então você pode permanecer no inferno. Se não for assim... ninguém está impedindo o seu caminho. Basta relaxar e você entra no céu, o relaxamento é a porta.
.
.
.
.

3 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

Carlos Bayma
"Essa é a minha observação em milhares de pessoas: elas dão toda a sua energia para se manterem miseráveis"

Carlos Bayma, a muito não lia uma colocação tão precisa e verdadeira, foi é um mundo dentro de outro mundo, tomará que muitas pessoas cheguem neste espaço leiam, e se dêem conta de suas sabias e importante palavras, com admiração,
Efigênia Coutinho
(tenho um espaço POESIAS COM IMAGENS, e editei PRESSAGIO, fica aqui meu convite para ler.)

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Uma bela observação que o senhor colocou aqui, estranha mais verdadeira.
Abraços

Carlos Bayma disse...

Em uma análise isenta e humilde, a maiori de nós gasta muita energia com coisas vis, mantendo-se na miséria emocional. É estranho, mas é verdade.