quarta-feira, 8 de abril de 2009

SEM O "EU"

"Quando está fazendo amor, se é total, o eu desaparece"
.
.
.
Você já experimentou um momento total? Então sabe que o eu desaparece imediatamente. Se você está totalmente apaixonado por uma mulher ou por um homem, o eu desaparece. Quando está fazendo amor, se é total, o eu desaparece. Se você sai de manhã para um passeio e é total nisso, nada mais importa, nesses lindos momentos, apenas a manhã e você, você e a manhã, os pássaros, as árvores e o sol. Você está totalmente imerso, profundamente imerso no momento – o eu desaparece.

O desaparecimento do eu é uma bênção. Você saberá o que Buda quer dizer com o “não-eu”, a total bem-aventurança. Ele jamais usa as palavras: “total bem-aventurança”, porque conhece você – você poderia fazer dela um objetivo, e começar a lutar por alcançá-la. Poderia fazer dela o objetivo de um perfeccionista e dizer: “Não descansarei até que me torne totalmente bem-aventurado”. Nesse caso. você não entendeu.
.
.
.
.

10 comentários:

O Profeta disse...

As madrugadas na Ilha
São feitas de morna calmaria
A brisa dança no silêncio
Os pássaros dormem em harmonia

Uma valsa de bonança
O rodopio das águas de um ribeiro
As hortênsias pintam a terra de azul
Um sino solta o seu tocar primeiro



Boa Páscoa

abraço

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Nesta Páscoa que você seja convidado
Pelo nosso mestre...
A confraternização
Para que começamos a sentir
a presença dele em nosso irmão...
Para a busca da paz,
Da união.
Olhar para o lado dar um sorriso...
Um aperto de mão.
Que Jesus nos encaminhe
para um novo amanhecer...
Buscando no irmão o seu valor...
Que a Páscoa! Não seja só um dia,
Que seja todos os dias do ano...
De busca, pelo o amor...
O reconciliar...
A confraternização...
A harmonia...
Que o coelho não traga só ovinhos de chocolates...
Que ele traga em sua cesta...
O AMOR E A PAZ.

(Ducarmo de Assis)

Boa Páscoa para você e toda sua família

Angelina disse...

Eu sou abençoada. Eu estou completamente apaixonada e o meu eu está imerso e desapareceu nesse sentimento. É uma sensação maravilhosa e inigualável. Desejo o mesmo para você.

Flor disse...

Esse olhar... me acalma e me agita.

Ana Lúcia Porto disse...

O AMOR é par e não ímpar...!
Compreender o amor entre semelhantes pode levar um certo tempo, o que importa, depois, é saber compartilhá-lo. É saber não deixá-lo de lado, ao longo do relacionamento, quando encontrar a pessoa certa, pois o amor é precioso demais... Custa para acontecer..., a dois...
Beijos e FELIZ PÁSCOA para você e sua família. Que façamos jus à morte e ressurreição de Jesus...,
Ana Lúcia.

JotaSP disse...

Nem sabia em qual dos Sítios deixar uma palavra de amizade «««
Prometo voltar.

Abraços *

A Flor do Sul disse...

Esta poesia é de Roumi (1.207-73), um poeta iraniano, e se chama Coração. Escolhi compartilhá-la contigo porque vi nas palavras do teu blogue um pensamento muito semelhante. Lá vai:

"Em cada coração há uma
janela para outros corações.
Eles não estão separados,
como dois corpos.
Mas, assim como duas lâmpadas
que não estão juntas,
Sua luz se une num só feixe."

Adorei o que li no teu espaço.
Au revoir.

Sonia Schmorantz disse...

Que tenhas uma nova semana plena de paz e alegrias.
Um abraço

Luiz Lopes Jr. disse...

Como o Samurai Myiamoto Musashi disse, no seu Livro dos cinco anéis (Gorin no sho): " É preciso forjar a sua arte da espada com treinamentos de mil dias; depois, poli-la com treinos de dez mil dias."

Chega uma hora que, depois de tantas repetições, o corpo estã tão habituado que não tenta repetir a forma, e o espírito, a partir daí, comanda.

Nessa sensação de imersão é relevante a abstração.

Um abraço.

A Paz que quero ter! disse...

No verdadeiro amor passamos a ser um só...é isso!