segunda-feira, 6 de abril de 2009

RELACIONAMENTO PATOLÓGICO

"Você está se apegando apenas porque está com medo de perder, com medo de mudar, com medo de se mover para um novo relacionamento"
.
.
.
.
Eu chamo um relacionamento de patológico quando você está se apegando apenas pelo propósito de se apegar, não há nada mais a que se apegar. Você está se apegando apenas porque está com medo de perder, com medo de mudar, com medo de se mover para um novo relacionamento. Porque o novo... Quem sabe o que irá acontecer? Onde irá levar? O novo é perigoso porque o novo ainda não é familiar. O velho é familiar, ajustado; existe uma certa segurança, um conforto, uma conveniência. Quando você começa a se apegar pelo propósito de se apegar, então é patológico, é feio; não irá trazer nenhuma profundeza no seu relacionamento. Toda a profundeza irá desaparecer.
.
Agora, não estou dizendo que, se você está com uma pessoa - com um homem ou uma mulher - e as coisas ainda estão crescendo, mude. Não estou dizendo isso. Não me entenda mal. Existem algumas poucas pessoas que são sensíveis e que continuam descobrindo alguma coisa nova todos os dias. Existem pessoas que são tão estáticas que jamais sentem que as coisas se acabam. A sensibilidade delas, a intensidade delas, a paixão delas continua trazendo novas profundezas. Então está perfeitamente bem.
.

O meu critério é: se um relacionamento está crescendo com profundidade, é perfeitamente bom. Mas se não estiver crescendo, se não estiver se aprofundando, se a intimidade não estiver mais crescendo; tudo parou e você está simplesmente estagnado porque não sabe como deixar e como dizer adeus, então você está destruindo a sua capacidade de amar. É melhor mudar, trocar de parceiro, do que destruir o amor - porque o amor é o objetivo, não o parceiro. Você ama uma pessoa, não pela pessoa, você ama a pessoa pelo amor.
.

O amor é o objetivo. Então, se não estiver acontecendo com essa pessoa, deixe acontecer com outra pessoa, mas deixe acontecer! Permita uma continuidade. Esta continuidade, este fluxo de amor constantemente acontecendo, irá levá-lo mais profundamente nele, irá trazer profundidade, irá trazer novas dimensões, irá trazer novas realizações.
.

Então, lembre-se, se estiver bom com uma pessoa... e por "bom" não quero dizer o que comumente significa quando alguém diz "Eles são um bom casal" ou "Muito legal." Não quero dizer isso; essas palavras apenas ocultam fatos. Mas um relacionamento realmente bonito não é apenas legal; ele é fantástico! Nunca se acomode por menos que isso. Somente um relacionamento fantástico pode trazer profundeza. Se não estiver acontecendo, seja corajoso o suficiente para dizer adeus - sem nenhuma reclamação, sem rancor, sem raiva. O que você pode fazer? Se não estiver acontecendo, não está acontecendo.
.
.
.
.

6 comentários:

Gabriela Castro disse...

Esses últimos 2 posts soaram bem verdadeiros para mim.
São aquelas respostas que chegam sem prévio aviso e esfregam a verdade na cara.
beijão

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Carlos!
Rs... É de fato uma situação que exige atitude, ou seja, não é para ser, não está sendo tranqüilo, produtivo, em termos de crescimento a dois, então é melhor que se desligue o quanto antes...
Entender o que seja amor é essencial, é preciso ter maturidade, nem que adquira terminando com um e iniciando com outro, quantas vezes for necessário...
Amar não é depender, amar não é se ligar na pessoa porque ela possui uma qualidade que você ainda não domina ou não a possui. Amar é fazer das diferenças um convívio saudável e das qualidades em comum, um motivo para elovuir juntos. Amor contribui para sermos e melhorar o que somos, está muito acima do que percebemos em nós mesmos. O outro poderá ajudar a enxergar isto, não como uma magia, mas como uma benção.
Beijossss,
Ana Lúcia.

Prazer em viver disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Prazer em viver disse...

"o amor é o objetivo, não o parceiro".
O A M O R é inerente ao ser humano e muito gostoso quando se tem nele o sabor da
L I B E R D A D E ...
bjos
beijos c toda emoção!
06 Abril, 2009

Anônimo disse...

Para que tanto apego se nossa vida é efêmera. Belo texto, me ajuda cada vez mais repensar a minha vida, as minhas atitudes, aos meus desejos. Me impulsiona a um único apego: me amar, me sentir amada. Como gosto de ler você me faz um bem incrivel.

Anônimo disse...

Carlos,
Liberdade é o espaço que a felicidade necessita...
Bjos.. te gosto muito!