segunda-feira, 18 de maio de 2009

TORTURAR-SE: PARA QUE?

"Agora não há com quem brigar e eles estão brigando consigo mesmos"
.
.
.
.
Quando um homem se volta para dentro o problema surge: o que ele fará com sua raiva, inimizade, agressão e violência? Agora ele está só; ele começará a se torturar, ele ficará raivoso consigo mesmo. Isto é o que são os chamados Mahatmas. Por que eles se torturam? Por que eles jejuam? Por que eles se deitam em camas de espinho? Quando existe uma árvore com uma bela sombra, por que eles permanecem em pé sob o sol quente? Quando está quente, por que eles se sentam ao lado do fogo? Quando está frio, por que eles permanecem em pé nus dentro dos rios ou na neve?

Estes são os políticos invertidos. Primeiro eles estavam brigando com os outros. Agora não há com quem brigar e eles estão brigando consigo mesmos. Eles são esquizofrênicos, eles estão divididos. Agora é uma guerra civil, eles estão lutando contra o corpo. O corpo é a vítima dos seus chamados Mahatmas. O corpo é inocente, ele não fez coisa alguma errada para você, mas as suas chamadas religiões seguem ensinando que o corpo é o inimigo; torture-o.
.
.
.
.

Um comentário:

lumenamena disse...

A pessoa perde o contacto vital com a realidade, e se tortura a ela própria.
Não se compreende porque ainda hoje, é um tema tabu tanto para as famílias como para a sociedade. As dúvidas devem ser esclarecidas. Deve-se falar, ouvir e encontrar outros caminhos para uma melhor ajuda.
Há uns anos li um artigo sobre um estudo feito em Nova Iorque que indicava que cerca de 70% dos sem abrigo da cidade eram esquizofrénicos, aqui em Portugal não tenho a mais pequena dúvida que os números devem ser idênticos.

Excelente texto.
Bem haja!