domingo, 12 de setembro de 2010

Ao Desconhecido


Até mesmo o fato de ser infeliz lhe dá a sensação de "eu sou". Afastando-se do que é conhecido, o medo toma conta; você começa sentir medo da escuridão e do caos - porque a sociedade conseguiu clarear uma pequena parte de seu ser... É o mesmo que penetrar numa floresta.

Você faz uma pequena clareira, você limpa um pedaço de terra, você faz um cercado, você faz uma pequena cabana; você faz um pequeno jardim, um gramado, e você sente-se bem. Além de sua cerca - a floresta, a selva. Mas aqui dentro tudo está bem: você planejou tudo.

Foi assim que aconteceu. A sociedade abriu uma pequena clareira em sua consciência. Ela limpou apenas uma pequena parte completamente, e cercou-a. Tudo está bem ali. Todas as suas universidades estão fazendo isso. Toda a cultura e todo o condicionamento visam apenas limpar uma parte, para que ali você possa se sentir em casa.

E então você passa a sentir medo. Além da cerca existe perigo. Além da cerca você é, tal como você é dentro da cerca - e sua mente consciente é apenas uma parte, um décimo de todo o seu ser. Nove décimos estão aguardando no escuro. E dentro desses nove décimos, em algum lugar, o seu centro verdadeiro está oculto.

Precisamos ser ousados, corajosos. Precisamos dar um passo para o desconhecido.


Conheça o Blog Projeto CPM40+: http://projetocpm40.blogspot.com/

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

5 comentários:

orvalho do ceu disse...

Olá,
O novo sempre me assusta mas tenho conseguido enfrentá-lo com maior naturalidade...
Sinto que tenho grande ajuda do Alto... pois sem essa Força me seria impossível por mim mesma (temperamento e condicionamentos derivados dele).
Excelente post!
Um abraço fraterno e excelente Domingo de paz junto aos seus.

Solange disse...

obrigada por essas palavras Carlos... precisava delas !

estou tirando os meus cercados...

beijo grande e especial

Fabio Rocha disse...

Perfeito. E me veio na hora certa...

Prazer em viver disse...

É preciso buscar a luz através das frestas da alma, para que o medo se afaste e a coragem possa revelar o nosso "Eu" real.
Silvania

"Viver é uma aventura ousada ou nada".(autor desconhecido)

Célio Leite disse...

Obrigado. Texto curativo.